Suyane Pessoa

Coluna da jornalista Suyane Pessoa com dicas de Maternidade

Lista de Colunas

Mãe, você se arrepende de alguma coisa?

Nesse dia eu não cantei, não contei historinhas e não conversamos. E eu me arrependi, tudo que meu filho queria era minha atenção.

Avalie a matéria:

Eram 22 horas quando deitei com Davi pra colocá-lo pra dormir. Eu vinha de um dia agitado de trabalho, não estava tão bem de saúde, nem com a cabeça boa e tinha tido um dia daqueles. Tudo que eu queria era deitar, descansar e silêncio pra dormir. Quando Davi vira para mim e fala:

“Mamãe vamos conversar um pouco?”

Sempre quando vamos deitar, no nosso ritual, a gente conversa sobre o dia, pergunto tudo, conto meu dia pra ele, e a gente passa ali uns 20 minutos conversando, já deitadinhos. Só que hoje eu falei:

“Filho, mamãe não tá bem hoje, vamos dormir, por favor.”

Ele continuou insistindo, mas eu disse que não! Conformado, deitou em cima de mim para adormecer. Nesse dia eu não cantei, não contei historinhas e não conversamos. Após 5 minutos já deitados, ele falou que queria ir ao banheiro. Respirei fundo e o acompanhei. Voltamos, deitamos novamente, desliguei as luzes, e novamente após 5 minutos ele disse de novo que queria ir ao banheiro. Nessa hora, eu fiquei chateada e disse sem gritar (porque nesses 4 anos, Davi nunca ouviu um grito meu), mas falei em tom de indignação:

“De novo Davi? Mamãe quer dormir, mamãe tá cansada, poxa filho dorme!”

Logo ele respondeu:

“Mas mamãe eu só queria ficar mais um tempinho com você”.

Apresentadora Suyane Pessoa faz reflexão sobre arrependimentos - Foto: Reprodução/Instagram

Gente! Aquilo me doeu tanto, mas tanto, surra nenhuma no mundo doeria mais. E eu me arrependi, tudo que meu filho queria era minha atenção.

E sei que ainda vou me arrepender de outras tantas....

Lá atrás eu não sabia o que sei hoje e não era a mesma. Amanhã também já serei outra. Nunca somos as mesmas. Viva a evolução e o acesso a informação.

Me arrependo, mas não me maltrato. Fiz o que pude com os recursos que eu tinha. O arrependimento te leva a vontade de mudança. Faço diferente hoje e venho corrigindo o curso... Ajustando! Reparando!

E digo mais, você vai errar também. E possivelmente irá se arrepender de algumas coisas depois quando estiver mais distante...

Toda mãe erra. E erra muito. Não existe o caminho das pedras. E se você está preocupada com isso, você já mudou parte do fluxo. Siga…

Empregue o pensamento otimista. Sinto muito te dizer: Não existe fórmula que blinde as mães dessa coisa doída que é se arrepender.

Veja Também
As opiniões aqui contidas não expressam a opinião no Grupo Meio.


Tópicos
SEÇÕES