Golpista é indiciado por fingir ser cantor Léo Cachorrão para ter nudes e extorquir mulheres

O golpista fingia ser o cantor piauiense Léo Cachorrão para conversar com as mulheres, pedir fotos íntimas e depois chantageá-las por dinheiro. Ele está preso desde 19 de maio, quando foi preso no estado de Sergipe.

Avalie a matéria:
Foto mostra uma montagem de uma imagem do cantor Léo Cachorrão e a prisão do golpista que se passava pelo artista para extorquir mulheres no Piauí | Reprodução

A Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI) do Piauí concluiu o inquérito policial que investigou o acusado Maxwell dos Santos, preso por fingir ser o cantor piauiense Léo Cachorrão para aplicar golpes em mulheres. Ele foi indiciado pelos crime de falsa identidade, extorsão e divulgação de cena de estupro ou de cena de estupro de vulnerável e de cena de sexo ou de pornografia.

Conforme o apurado pelo Meio News, o inquérito foi concluído no último dia 7 de junho. O delegado Kleydson Ferreira da Costa Silva requisitou à Justiça do Piauí que mantenha a prisão preventiva do acusado, por entender que “os crimes extorsão e divulgação de cenas de nudez são punidos com pena de reclusão superior a 4 anos, portanto, atende aos requisitos exigidos. O homem está preso desde o dia 29 de maio, quando foi preso na cidade de Nossa Senhora do Socorro, no estado do Sergipe.

ACUSADO CONFESSOU E SE ARREPENDEU

Narram as informações fornecidas pela Polícia Civil do Piauí que o acusado admitiu ter criado um perfil no Facebook para se passar pelo cantor Léo Cachorrão. Ele ainda alegou que só cometeu os crimes porque estava desempregado. O acusado cometia os crimes a quase dois anos e fez mais de 10 vítimas.

Foto mostra Maxwell dos Santos, acusado de se passar pelo cantor Léo Cachorrão | Foto: Reprodução

COMO ERA O GOLPE? 

De acordo com as investigações da DRCI, o homem mantinha uma conta no Facebook com o nome de Léo Lima e com as fotos do cantor piauiense. Ele iniciava conversas com mulheres, pedia fotos íntimas e depois chantageava as vítimas sob ameaça de divulgar as fotos, caso elas não fizessem PIX para ele nos valores exigidos.

Conversas do acusado Maxwell dos Santos com as mulheres vítimas de golpe | Foto: Reprodução



Participe de nossa comunidade no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link

Baixe nosso app no Iphone, clique neste link


Tópicos
SEÇÕES