Acusado de matar pai de santo em Altos revela motivo do crime; saiba!

O preso confessou o crime, revelou o motivo por trás do assassinato e alegou legítima defesa. O pai de santo foi preso em janeiro de 2023 por maus-tratos contra o próprio filho e contra animais.

Avalie a matéria:
Filemon Costa Assis se entregou à polícia e foi preso pelo assassinato do pai de santo Fábio Alves Ferreira, encontrado morto nessa segunda (08) na casa que moravam, em Altos | Foto: Reprodução

O ex-presidiário Filemon Costa Assis confessou o assassinato do falso pai de santo Fábio Alves Ferreira, encontrado morto nessa segunda-feira (08) na casa que moravam no Centro de Altos, região Metropolitana de Teresina. O acusado alegou legítima defesa e revelou a motivação por trás do crime.

Filemon admitiu aos policiais que enforcou Fábio até a morte durante uma luta corporal, após o pai de santo assedia-lo e ele negar as investidas do homem. O acusado se entregou à polícia na noite dessa segunda (08) na Central de Flagrantes de Teresina. 

Nesta terça (08), ele passou por audiência de custódia, quando foi determinada a conversão da prisão em flagrante para preventiva.

Foto mostra a vítima do assassinato Fábio Ferreira e o acusado do crime, Filemon Assis | FOTO: Reprodução

CONFIRA A LINHA DO TEMPO DO CRIME:

SEXTA (05):

Vizinhos ouviram uma discussão na casa em que a vítima e o acusado moravam;

SÁBADO (06):

O falso pai de santo não foi mais visto na vizinhança;

DOMINGO (07):

A vítima continuou desaparecida;

SEGUNDA (08):

Vizinhos acionaram a polícia após sentirem mau-cheiro na casa da vítima;

Corpo da vítima foi encontrado em decomposição com as mãos e pés amarrados;

TERÇA (09):

Acusado se entregou à polícia;

Decretada a prisão preventiva do acusado.

VÍTIMA FOI PRESA POR MAU TRATAR O FILHO, A ESPOSA E ANIMAIS

Fábio Ferreira, conhecido como Fábio Macumbeiro, havia sido preso pelos crimes de tortura, maus-tratos e violência doméstica. Ele cortou o pulso de um dos filhos e proibiu que o levassem ao hospital. Em outro episódio, o homem estrangulou o gato da família até a morte e depois arrancou os testículos do animal usando um punhal.

Objetos ritualísticos encontrados na casa de Fábio, em janeiro de 2023, quando ele foi preso | FOTO: Reprodução

O falso sacerdote alegava que estava sob efeito de entidades espirituais para tentar justificar a violência que ele cometia contra os filhos, contra a esposa e animais. Fábio passou pouco tempo preso e depois passou a responder ao processo criminal em liberdade.
Veja Também
Tópicos
SEÇÕES