Suyane Pessoa

Coluna da jornalista Suyane Pessoa com dicas de Maternidade

Lista de Colunas

Que gripe é essa que todo mundo tá pegando?

Estamos vivendo um surto de gripe, hospitais superlotados e isso vem preocupando muitos mães. Muitos fatores estão contribuindo para esse fenômeno e é sobre isso que vamos falar hoje.

Avalie a matéria:

Nos últimos dias têm sido muito comum no meu ciclo de convivência, encontrar  pessoas gripadas, essa gripe tem afetado em grande parte, principalmente crianças e os sintomas são bem parecidos. As queixas das mães dos grupos que participo são geralmente as mesmas: uma gripe muito forte, que parece não ter fim, febre, prostração, falta de apetite e nariz entupido. 

Eu e meu filho também pegamos essa gripe, que no meu ver, veio bem mais forte que as outras vezes, não foi uma gripe qualquer, eu sei que é normal criança gripar, principalmente quando é da idade do meu (4 anos) ou na mesma faixa etária, e isso acontece justamente, porque até os cinco anos de idade o sistema imunológico ainda estar em fase de desenvolvimento. Mas essa gripe que pegamos recente veio diferente e no meu filho acabou até evoluindo para pneumonia (esse é um outro assunto que vou trazer logo em breve aqui na coluna).

E justamente por estarmos vivendo essa onda de gripe, quero reforçar que a vacina da influenza tá liberada nos postos de saúde, e pra quem prefere vacinar na rede privada, já é possível encontrar a vacina disponível em algumas farmácias de grande porte com o valor bem mais acessível que em clínicas de vacinação, o preço em farmácias da vacina contra influenza, varia de $60,00 a $90,00 reais. Mas pelo SUS é de graça. Independente se é pelo publico ou privado, o importante é vacinar.

Voltando para a questão da gripe que está tirando o sono de muitas mamães, eu conversei com a médica otorrinolaringologista, com especialidade em otorrinolaringologia pediátrica, Mariana Santos (que é referência no Brasil), e ela falou pra gente sobre o que está acontecendo.

Leia Mais

Segundo ela, essa época do ano tá tendo muita infecção por influenza, por outros vírus e também por bactérias, então não é o mesmo micro-organismo que está infeccionando todo mundo, nós estamos vivendo uma miscelânia de infecções.

“As infecções virais e bacterianas elas ocorrem principalmente no inverno e em épocas de chuva, elas ocorrem porque vivemos em ambiente fechado no ar-condicionado em contato com outras pessoas doentes”,  destaca a doutora.

Sobre essa onda de gripe que tá pegando todo mundo de uma vez só, em grande massa, a doutora ressalta que isso pode estar acontecendo pelo fato da nossa imunidade estar mais baixa.

“Durante a pandemia ficamos muito isolados, sem muito contato com ambiente externo e nosso sistema imunológico trabalhou pouco. Outro fator que pode tá contribuindo pra isso, é o esquema vacinal incompleto, inclusive tem doenças como sarampo, que estavam praticamente extintas, que estão voltando por conta de recusa da vacinação”, relata a médica Mariana Santos.

Assista esse vídeo e veja quando é importante procurar por atendimento médico. 

Ainda segundo a doutora, um quadro viral dura de sete a dez dias, depois do sexto dia do quadro os sintomas vão melhorando, até melhorar por completo em torno do décimo dia, então quando tem piora dos sintomas depois do sexto dia ou persistência dos sintomas depois do décimo dia, é muito importante que a criança seja avaliada. 

Muitas mães também estão se queixando de tosse noturna, eu mesma passei várias noites sem dormir direito com Davi tossindo muito a noite, era uma tosse seca, que fazia ele acordar. Dra Mariana Santos também fala sobre isso:

E como estamos vivendo esse surto de gripe, Dra. Mariana Santos dar dicas de como se prevenir:

“São quatro pontos principais, primeiro: higienização das mãos, seja com álcool em gel ou com água e sabão, vai pro shopping, vai pra uma festinha de criança, vai pra qualquer lugar, é bom sempre ter um álcool na bolsa. Segundo: procurar ao máximo ambientes abertos, as chances de transmissão aumentam muito em ambientes fechados. Terceiro: carteira de vacinação em dia e quarto, uma alimentação saudável associado a prática de exercícios físicos de forma regular.”

Espero que tenham gostado das informações, saúde a todos e até mais!

Veja Também
As opiniões aqui contidas não expressam a opinião no Grupo Meio.


Tópicos
SEÇÕES